quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

SEGURANÇA ESCOLAR - CONSIDERAÇÕES


SEGURANÇA ESCOLAR – O MASSACRE EM SANDY HOOK – CONSIDERAÇÕES

APESAR DE TERMOS POUCAS INFORMAÇÕES DO QUE REALMENTE OCORREU EM SANDY HOOK A SEMANA PASSADA, TODOS TEMOS A  NOÇÃO DE QUE O SISTEMA DE SEGURANÇA FALHOU. OS DIRIGENTES E PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS POR SEGURANÇA ESCOLAR NO BRASIL SABEM DOS RISCOS E SUAS CONSEQUÊNCIAS, SÓ QUE HÁ O DESCASO , A IMPRUDÊNCIA E A NEGLIGÊNCIA NO TRATAMENTO DO TEMA CRIME E VIOLÊNCIA NA ESCOLA.
APÓS COLUMBINE E REALENGO MUITAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO PARTICULARES REVISARAM E APERFEIÇOARAM SEUS SISTEMAS DE PROTEÇÃO E REVISARAM SEUS PLANOS DE SEGURANÇA, OUTRAS INCLUSIVE, CRIARAM CORPOS DE SEGURANÇA ORGÂNICOS HABILITADOS PELA POLÍCIA FEDERAL. A ATENÇÃO COM O CONTROLE DE ACESSO E IDENTIFICAÇÃO FOI REDOBRADA E OS TREINAMENTOS SOBRE ARTEFATOS EXPLOSIVOS INTENSIFICADOS.
COMO DIZEM OS ESPECIALISTAS INTERNACIONAIS – SEGURANÇA EM ESCOLAS DEVE SER TOP OF MIND E AGORA TEMOS QUE FICAR PREPARADOS CONTRA O EFEITO COPYCAT PARA INÍCIO DO PERÍODO LETIVO DE 2013. SEGURANÇA É MAIS QUE TREINAMENTO E PREPARAÇÃO, É UM COMPROMISSO DE TODOS...

AUTOR PROF. ULISSES NASCIMENTO, CES

PORTAL WWW.ESCOLAPROTEGIDA.COM.BR 

TEL. 0XX11 08834 9838

SÃO PAULO - CAPITAL

BRASIL

domingo, 16 de dezembro de 2012

SEGURANÇA ESCOLAR - TRAGÉDIA SANDY HOOK


A  TRAGÉDIA SANDY HOOK

Esta tragédia ocorrida nos Estados Unidos na sexta feira obriga a todos os atores do sistema educacional brasileiro público ou privado  , operadores de segurança pública e gestores de segurança a reverem conceitos referentes ao gerenciamento de riscos, planos de segurança , planos de  emergência, planos de contingência, e  gerenciamento de crises  das instituições de ensino nos grandes centros urbanos e áreas rurais.

Os projetos de sistemas eletrônicos de proteção e as abordagens de temas sobre crime e violência nas escolas – áreas de grande concentração de pessoas – devem ser construídos e/ou revisados, principalmente para a contenção de atiradores ativos e preparo de todos em situações críticas.

Esta tragédia que se repete comove toda a equipe da GNA Consultoria e Serviços Ltda. , que possui o Portal Escola Protegida e uma Divisão de Soluções Educacionais, e que busca todos os dia apresentar a novos clientes a necessidade de tratar com profissionalismo e técnica este assunto que é tabu para diretores, autoridades, pais e responsáveis e alunos no Brasil.

Nosso pensamento no momento é no luto de uma nação e de famílias que dias antes do Natal 2012 perderam seus entes mais preciosos.

Estamos de luto...

sábado, 15 de dezembro de 2012

LUTO NOS ESTADOS UNIDOS


Suspeito de massacre era tido como brilhante

Agência Estado


O suspeito de matar 26 pessoas em uma escola de ensino fundamental em Newtown, no Estado norte-americano de Connecticut, foi descrito por conhecidos como um jovem brilhante e reservado. Identificado como Adam Lanza, de 20 anos, o suposto atirador morava com a mãe, Nancy Lanza, que também foi assassinada.

A polícia local está tentado descobrir mais informações sobre Lanza, mas ainda não tem pistas do que teria motivado o crime. De acordo com um agente que participa das investigações, acredita-se que o jovem sofria de um distúrbio de personalidade. Outro policial afirmou que Adam Lanza teria frequentado a escola Sandy Hook Elementary School há vários anos. Recortes de notícias de alguns anos atrás mostram Adam entre os alunos de honra.

"Ele foi a pessoa mais inteligente que eu conheci. Ele era, provavelmente, um gênio", afirmou Joshua Milas, que estudou com Lanza. Investigadores estão realizando buscas nos computadores e nos históricos de telefone do irmão mais velho de Adam, Ryan Lanza, de 24 anos. Ele chegou a ser interrogado na noite de sexta-feira, mas afirmou que não mantinha contato com o irmão desde 2010.

Adam vivia com a mãe em uma região de alto poder aquisitivo de Newtown, cidade cerca de 60 quilômetros de Nova York, habitada por médicos e executivos de grandes companhias. Seus pais divorciaram-se em 2008. O pai, Peter Lanza, vive na cidade de Stamford e trabalha como diretor na General Eletric.

A tia do suspeito, Marsha Lanza, afirmou que ela e o marido encontraram Adam em junho e não perceberam nada incomum em seu comportamento. Catherine Urso, moradora de Newtown, disse que seu filho, em idade universitária, conhecia o suspeito e lembrou-se dele por seu estilo alternativo. "Ele era muito magro, reservado e um tinha estilo gótico", contou.

Em Washington, a Coalização para Acabar com a Violência Armada realizou uma vigília em frente à Casa Branca. Na Times Square, em Nova York, dezenas de pessoas uniram-se em memória das vítimas.

DIA DO ARQUITETO 2012


sábado, 24 de novembro de 2012

TRANSPORTE ESCOLAR


Vistoria de veículos de transporte escolar começa em Jacareí

 

O objetivo é verificar se os veículos estão de acordo com a legislação em vigor
A vistoria de veículos de transporte escolar começa no próximo dia 26 na cidade de Jacareí e segue até o dia 29 de dezembro.
O objetivo é verificar se os veículos estão de acordo com a legislação em vigor e garantir a segurança dos alunos transportados. Também será feita a inspeção veicular ambiental com a intenção de reduzir a emissão de poluentes e melhorar a qualidade do ar do município. Esta mudança para os meses de novembro e dezembro foi feita atendendo aos pedidos dos próprios permissionários.
Para realizar esta vistoria, a Diretoria de Transporte enviou uma carta aos que possuem autorização informando o horário e a data que devem comparecer no Ceatran (Centro de Engenharia Aeronáutica, Automotiva, de Trânsito e Transportes) – rua Ryokichi Asanome, 128, Jardim América, São José dos Campos. O horário de atendimento é das 8h30 às 12h e das 13h30 às 16h30.
Serão vistoriados itens estabelecidos na Portaria Detran nº 503, de 16 de março de 2009, de segurança e equipamentos obrigatórios. Exemplo dos itens a serem conferidos: faróis, sinaleiras, bancos, forros, tapetes, funilaria, pintura, tacógrafo, extintores, pneus, cintos de segurança, trava das portas, buzina, para-brisa.
Também será feita a inspeção veicular ambiental. Por isso a Diretoria de Transporte pede que os permissionários levem o carro lavado por baixo, mas sem pulverização, para que seja verificado se há vazamento de óleo e excesso de fumaça na frota de diesel.
FONTE PORTAL R3

RONDA ESCOLAR - CAMPINAS

Ronda Escolar vai intensificar a segurança no entorno das escolas

Em Campinas, a Prefeitura, por meio das Secretarias de Educação e de Cooperação para Assuntos de Segurança Pública criou o programa ´Ronda Escolar´, que visa oferecer mais segurança orientando, prevenindo e protegendo a comunidade escolar da rede municipal de Campinas. O decreto foi sancionado pelo prefeito Pedro Serafim e publicado no Diário Oficial desta segunda-feira, dia 19 de novembro.



“As ações do Ronda Escolar objetivam dar um clima de tranquilidade a educadores e alunos de todas as 200 escolas municipais”, afirmou o secretário municipal de Educação, Carlos Roberto Cecílio, que está elaborando a resolução para regularizar o decreto de criação do programa.


Segundo o secretário, a Comissão Municipal de Coordenação de Segurança Escolar será criada para coordenar a coleta e análise de dados relativos ao grau de segurança de cada unidade; para indicar as prioridades de atendimento originadas em análise de dados estatísticos de ocorrências e seus períodos críticos; propor medidas e mecanismos que objetivem o aperfeiçoamento do Programa ´Ronda Escolar´; coordenar a elaboração, impressão e distribuição do material didático relativo à Ronda Escolar e Segurança nas Escolas e elaborar propostas de normas e recomendações na área de segurança escolar. A criação da Comissão será publicada no Diário Oficial de quarta-feira, dia 21.


A Comissão Municipal de Coordenação de Segurança Escolar será composta por representantes das Secretarias de Educação, dos Núcleos de Ação Educativa Descentralizados (Naeds) e de Cooperação para Assuntos de Segurança Pública.


As duas secretarias municipais envolvidas no programa serão as responsáveis pela operacionalização das ações do ´Ronda Escolar´, que deve ser desenvolvido a partir do próximo ano letivo.


Obrigações


A Secretaria de Educação será responsável por disponibilizar veículos que serão utilizados no ´Ronda Escolar´; iluminar e murar adequadamente as unidades educacionais; dotar as unidades educacionais de sistema de alarme, conectado à Guarda Municipal de Campinas; assegurar a instalação de telefones nas unidades educacionais; assegurar a instalação de câmeras conectadas ao CIMCAMP; imprimir e distribuir material didático aos alunos da rede municipal de ensino, relacionado ao tema da segurança escolar; dotar as unidades educacionais de vigilantes e relacionar os prédios das unidades educacionais que serão atendidos pelo programa.


Já a Secretaria Municipal de Cooperação para Assuntos de Segurança Pública será responsável por designar um representante da Guarda Municipal que ficará encarregado de supervisionar o serviço de segurança escolar; promover a seleção de guardas municipais que serão destacados para as unidades educacionais a serem atendidas pelo programa; promover o treinamento do efetivo selecionado e zelar pela guarda dos veículos que forem colocados a serviço do Programa ´Ronda Escolar´.


O decreto que cria o programa estabelece uma distância de 100 metros das unidades escolares como o perímetro em que a ronda atuará com ações de prevenção, com objetivo de garantir tranquilidade aos alunos, professores e funcionários.


O programa também terá a participação da Setec (Serviços Técnicos Gerais), que será responsável pela regulamentação do uso do solo público e de expedição de alvarás aos ambulantes nas proximidades das escolas. A Secretaria Municipal dos Transportes, por meio da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) será responsável por organizar o trânsito no entorno das unidades.

FONTE PORTAL AZUL CELESTE

SEGNEWS APOIA O ESCOLA PROTEGIDA - SÃO PAULO


O DESIGN DA FAVELA 2012


AVISO DA POLÍCIA MILITAR DE SÃO PAULO


PEQUENO SEGREDO - BOA LEITURA !


ENEDU 2013 - RIO DE JANEIRO - BRASIL


ESTIMULAR É INSPIRAR...


PROJETOS DE SEGURANÇA ESCOLAR - 0XX11 98834 9838


segunda-feira, 19 de novembro de 2012

DIA DA BANDEIRA DO BRASIL


SEGURANÇA ESCOLAR - ESPECIALISTAS


CIRCUITO DE PALESTRAS SOBRE SEGURANÇA ESCOLAR

Policia Comunitária realiza circuito de palestras e capacitação em Sinop 

LAURA DIAS
Assessoria/Sesp-MT
A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), por meio da Coordenadoria de Policia Comunitária, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), realiza nos dias 13 e 14 de novembro a “Jornada de Paz nas Escolas”, com circuito de palestras e capacitação com foco educacional na comunidade escolar para prevenção do crime e violência, na Escola Estadual Paulo Freire, localizada no município de Sinop.
O objetivo da capacitação é implementar projetos e ações preventivas, orientativas e educativas nas escolas e, principalmente, construir junto à comunidade escolar mecanismo de controle a vulnerabilidade social. A jornada, além de incluir professores, diretores, membros da segurança pública, incluirá também pais e alunos na capacitação. “Trabalhar com a comunidade escolar envolvendo pais e alunos é o nosso principal foco. Vamos trabalhar vários temas relacionados ao convívio escolar e social”, disse o coordenador da Policia Comunitária, major PM Júlio Martins de Carvalho.

O evento tem como parceiros a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Escola Estadual Paulo Freire, Base Comunitária Boa Esperança (Sinop), Policia Militar, Policia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Conselho Tutelar, Ministério Público, Rede Cidadã, Coordenadoria de Policia Militar. Estará presente ao evento o secretário adjunto de Políticas, Programas e Projetos da Sesp, coronel PM Antônio Roberto de Moares.
 

PREVENÇÃO EDUCATIVA DA PATRULHA ESCOLAR COMUNITÁRIA NO PARANÁ


Prevenção educativa busca amenizar problemas de segurança nas escolas


Quarta-feira, 14 de Novembro de 2012 - 
Policiais militares que prestam serviços às entidades educacionais por meio da Patrulha Escolar Comunitária promoveram um encontro com professores da Rede Municipal de Ensino de Curitiba nesta terça-feira (13). O objetivo é realizar a prevenção educativa e assessorar as comunidades escolares na busca de soluções para os problemas de segurança.
Na reunião vários tópicos referentes à segurança dos discentes foram debatidos. A finalidade é divulgar cada vez mais as dicas de segurança a todos os envolvidos no processo de educação. Os profissionais receberam as orientações do coronel Dabul e do tenente Mazon do comando da Patrulha Escolar.
“Nosso trabalho está sendo realizado no intuito de auxiliar os gestores no enfrentamento à violência através da construção de uma cultura de paz e segurança pública”, afirma o tenente Mazon. De acordo com a Polícia Militar as ações da Patrulha Escolar são de caráter preventivo e envolvem todo o âmbito escolar, desde professores, funcionários e estudantes.
“Repassamos essas orientações aos profissionais e posteriormente, ao longo do ano, desenvolvemos as atividade com os estudantes através de palestras, além de atuarmos com o Proerd há mais de dez anos”, destaca o coronel Dabul.
O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) trabalha com a questão da autoestima, e policiais ensinam como dizer não às drogas. “O programa traz o resgate da valorização da vida”, afirma o coronel.
FONTE SITE NOTA 10

SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE SEGURANÇA ESCOLAR EM PERNAMBUCO - 19/11/2012


SEGURANÇA ESCOLAR EM RECIFE


Seminário discute segurança escolar no Bairro do Recife


Publicação: 19/11/2012 09:50 Atualização: 19/11/2012 10:58

Acontece hoje, na Arcádia Recepções do Paço Alfândega, no Bairro do Recife,
I Seminário Estadual sobre Segurança Escolar: Construindo uma Cultura de Paz e Direitos Humanos na Escola. Das 8h às 18h, palestras e mesas redondas com especialistas ligados aos Direitos Humanos, Educação e Direito da Criança e do Adolescente, vão trocar experiências para o desenvolvimento de uma cultura de paz e direitos humanos no ambiente escolar e o papel do gestor escolar como agente de mudança e transformação.

O evento é organizado pela Secretaria de Educação (SE), através da Secretaria Executiva de Gestão da Rede (Sege), fruto de uma parceria com a Secretaria de Defesa Social (SDS), o Banco Mundial, o Conselho Tutelar, o Ministério Público de Pernambuco, a Prefeitura do Recife, as Polícias Civil e Militar, o Juizado da Infância e Juventude, além de ONGs envolvidas com a defesa dos Direitos Humanos e Proteção à Criança e ao Adolescente.

FONTE DIÁRIO DE PERNAMBUCO